No Ceará, Ciro assume comando para criar sigla

Sem espaço na Executiva Nacional do PSB e mesmo mantendo-se filiado à legenda socialista, o ex-ministro Ciro Gomes está assumindo o comando da instalação do PSD no Ceará. Na próxima terça-feira, ele será o palestrante em evento de instalação do novo partido em Aracati, a 180 quilômetros de Fortaleza.

Lauriberto Bragas, O Estado de S.Paulo

05 Agosto 2011 | 00h00

Ciro é quem está captando deputados e prefeitos para o partido idealizado por Gilberto Kassab. Seis deputados estaduais eleitos pelo PSDB em 2010 podem se transferir para o PSD. O ex-prefeito de Fortaleza, Antônio Cambraia, que hoje é presidente da Companhia de Gás do Ceará, já anunciou que irá se filiar ao novo partido. A investida poderá dar à família Ferreira Gomes o controle de três partidos no Ceará: a legenda socialista, da qual Ciro e os irmãos Cid Gomes (governador) e Ivo Gomes (deputado estadual) são filiados, o PRP e agora o PSD.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.