No dia seguinte, ninguém sabe da mudança e não há fiscalização

Um dia depois de o prefeito Gilberto Kassab (DEM) anunciar punições mais rígidas às empresas que distribuírem panfletos pelas ruas da capital, a reportagem flagrou a entrega dos papéis e a ação de homens-placa nas regiões norte, oeste e central da cidade. Em nenhum ponto havia fiscalização da Prefeitura. O desrespeito à legislação é maior principalmente no centro, como nas Ruas São Bento, Direita, da Quitanda e 15 de Novembro. "Distribuo uns 200 panfletos por dia", contou um dos entregadores, que não se identificou.Os homens-placa, mais de 20, estão por todos os cantos. Esses funcionários em geral são pessoas mais velhas que recebem R$ 15 por dia. Todos disseram não saber da nova regra. Na zona oeste da cidade, os homens-placa também disseram desconhecer a publicação da nova portaria. Eles ficam concentrados principalmente na Rua 12 de Outubro, no bairro da Lapa.A reportagem procurou as dez empresas responsáveis pelos panfletos nas ruas da cidade, mas nenhum dos proprietários foi localizado. Já a Secretaria de Coordenação das Subprefeituras disse que a fiscalização nas zonas oeste, centro e norte será intensificada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.