No feriado, 1,3 milhão de veículos devem sair de São Paulo

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) iniciará na tarde de sexta-feira, 27, a Operação Estrada, para acompanhar a saída do paulistano no feriado prolongado do Dia do Trabalho. Estima-se que cerca de 1,3 milhão de veículos deixem a capital. Na manhã de sábado, 28, o trânsito também será monitorado. O esquema inclui o acompanhamento do retorno do paulistano na tarde de terça-feira, 1º de maio, e na quarta de manhã, 2 de maio. A CET recomenda ao motorista que evite programar sua viagem das 14 às 22 horas, dos dias 27 de abril e 1º de maio, e das 8 às 13 horas, de 28 de abril e 2 de maio. Como opção, a CET sugere o período das 22 às 6 horas. Nos quatro dias, a Companhia concentrará suas equipes principalmente nos acessos e chegadas de rodovias, para garantir a fluidez do trânsito e a segurança de motorista e pedestres. O movimento no entorno dos terminais rodoviários Tietê, Barra Funda e Jabaquara também será acompanhado. Haverá guinchos da CET em pontos estratégicos nos principais corredores de tráfego da cidade e nas proximidades das rodovias para efetuar eventuais remoções. Antes de partir para as estradas, o motorista poderá conferir a situação do trânsito no site da CET ou pelo telefone 156 (24 horas). Sistema Castelo-Raposo Cerca de 400 mil veículos devem trafegar pelos dois sentidos do Sistema Castelo Branco-Raposo Tavares entre a sexta e terça, 1º. De acordo com a Ecovias, concessionária que administra as duas estradas, que ligam a capital ao interior paulista, a Operação Feriado terá início à zero hora de sexta e se estenderá até as 24 horas de terça. As praças de pedágio vão atender com capacidade plena nas cabines de arrecadação. Caso seja necessário, a ViaOeste acionará a operação "papa-fila". Durante o feriado prolongado, toda a frota de veículos da concessionária será acionada para inspecionar o tráfego e prestar socorro médico e mecânico. A concessionária recomenda que os motoristas evitem seguir para o interior pelas duas rodovias das 14 às 23 horas de sexta e das 6 às 15 horas de sábado. Já a volta para São Paulo deve ser evitada entre as 14 e 23 horas de terça. O tráfego de caminhões estará proibido na Castello Branco, sentido capital, no dia 1º entre as 14 e 23 horas.

Agencia Estado,

27 Abril 2007 | 02h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.