No litoral, filas para justificar voto

Vinte cidadãos falam de suas expectativas para o novo governo. E de suas frustrações com a campanha eleitoral

, O Estado de S.Paulo

01 Novembro 2010 | 00h00

FERIADO

As filas nos postos de justificativa da Baixada Santista foram constantes ontem. Segundo a chefe do cartório da 212.ª Zona Eleitoral do Guarujá, Claudia Friedmann, a procura foi o dobro da registrada no primeiro turno. "E no dia 3 de outubro já foi grande", disse. Na Escola Estadual Vicente de Carvalho, próxima da Praia de Pitangueiras, foi preciso que as dez seções eleitorais passassem a receber o formulário da justificativa, para atender à demanda.

A enfermeira Luciana Albarado, de 25 anos, e o técnico em instrumentação Ailton Rodrigo Lopes Pereira, de 29, não abriram mão da praia para votar. Hospedado no Guarujá, o casal, que mora em Sorocaba, aproveitou a manhã de sol na Praia do Tombo antes de justificar a ausência nas urnas.

Também era possível encontrar quem prometia fazer de tudo para chegar a São Paulo a tempo de votar. Caso da personal trainer Heloiza Inglez de Souza, de 39 anos, que estava na Praia do Tombo e insistia para que o marido e um casal de amigos a acompanhassem até a capital, onde faria um bate e volta. "Vou deixar essa praia, subir de ônibus e voltar hoje mesmo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.