No PR, Fruet aparece na frente em pesquisa Ibope

Tucano enfrenta resistência dentro do próprio partido e ameaça trocar de legenda para concorrer à Prefeitura

Evandro Fadel, O Estado de S.Paulo

03 de maio de 2011 | 00h00

O ex-deputado federal do Paraná Gustavo Fruet (PSDB) aparece 11 pontos porcentuais à frente do segundo colocado, o prefeito Luciano Ducci (PSB), na primeira pesquisa de opinião divulgada sobre as eleições para a prefeitura de Curitiba (PR), a serem realizadas no próximo ano.

A pesquisa divulgada ontem, realizada pelo Ibope a pedido da Rádio CBN Curitiba, apontou que Fruet teria 34% dos votos na pesquisa estimulada (quando os nomes são apresentados aos entrevistados) contra 23% de Ducci. O instituto entrevistou 812 eleitores entre os dias 16 e 19 de abril. A margem de erro é de três pontos porcentuais, para mais ou para menos.

Do mesmo lado. Os dois pré-candidatos pertencem ao mesmo grupo político, que tem na liderança o governador do Estado, Beto Richa (PSDB). Ele ainda não declarou se vai apoiar um ou outro e vem defendendo uma possível composição.

Como também não há unanimidade no PSDB para lançamento de candidatura própria, Fruet tem estudado a possibilidade de mudar de partido, caso a preferência pelo apoio à reeleição de Ducci predomine. O deputado já recebeu convites de vários partidos. Mas o ex-deputado reforça que sua preferência é por se manter no PSDB e que vai utilizar o resultado da pesquisa para tentar convencer a direção partidária. "Não avancei nas conversas com nenhum dos outros partidos", afirmou.

O ex-prefeito de Curitiba Rafael Greca (PMDB) é o preferido de 7% dos entrevistados e ficou na terceira colocação. Ele é seguido pelo deputado federal Dr. Rosinha (PT), com 6%. Os votos brancos e nulos somam 13%, enquanto os que não souberam ou não quiseram responder ficam em 17%.

O peemedebista Rafael Greca é o mais rejeitado entre os candidatos apresentados na pesquisa, com 42% das intenções. Depois dele aparece Dr. Rosinha, com 36%. O atual prefeito tem rejeição de 19% e Fruet, de 13%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.