No Recife, Galo da Madrugada atraiu cerca de 1,8 mi de foliões

Bloco teve percurso de 4,5 quilômetros, espetáculo de fogos de artifício e 23 trios elétricos na festa

EFE

24 Fevereiro 2009 | 16h32

Foto: EFE   Tentando não perder um minuto sequer do Carnaval, milhares de pessoas madrugaram para comemorar a festa nas ruas de Recife atrás dos blocos, que arrastaram uma multidão de foliões interessados em diversão sem violência.   O bloco Galo da Madrugada, que começou a desfilar às 9h do dia 21, voltou a se confirmar como um dos fenômenos carnavalescos do país, ao atrair no Recife cerca de 1,8 milhão de pessoas.   Este ano, em um percurso de 4,5 quilômetros, o bloco homenageou com um espetáculo de fogos de artifício o carnavalesco Enéas Freire, que fundou o Galo no final dos anos 1970 e morreu no ano passado.   Para acordar uma multidão fantasiada e dançando frevo, o bloco usou 23 trios elétricos e contou com a presença de cantores como Elba Ramalho e Alceu Valença.   No entanto, o destaque nas comemorações do Carnaval em Recife ficou com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, apontada como a candidata do PT às eleições de 2010 para substituir o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.   A presença de Dilma como espectadora, assim como a confirmada participação de Lula nos desfiles deste domingo das escolas do Grupo Especial do Rio de Janeiro, mostram que a mistura de Carnaval e política tem aumentado com o passar dos anos.

Mais conteúdo sobre:
carnaval 2009recifepernambuco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.