No Rio, manifesto a favor do fichamento de americanos

Um grupo de vinte ativistas do Movimento pela Valorização da Cultura, do Idioma e das Riquezas do Brasil (MV Brasil) fez um ato ontem no aeroporto internacional Tom Jobim em apoio ao fichamento de norte-americanos que chegam ao País, em cumprimento à decisão do juiz federal Julier Sebastião da Silva, do Mato Grosso. Eles passaram cinco horas no aeroporto. Exibiram faixas enaltecendo o juiz e a Polícia Federal, que tira fotos e as digitais dos americanos, e defendendo o princípio da reciprocidade que baseou a iniciativa. ?Se os americanos ficham os brasileiros lá, temoso direito de fazer aqui?, disse Wagner Vasconcelos, integrante do MV-Brasil. O grupo distribuiu bandeirinhas do Brasil aosturistas que chegaram ao aeroporto. O ato foi no mesmo lugar onde, na semana passada, a Prefeitura do Rio organizou um show de mulatas para recepcionar osvisitantes. ?Estamos apresentando um contraponto. Não devemos endossar a imagem de que o Brasil é um país onde asmulheres sambam de fio dental, e sim mostrar o folclore, a culinária e a cultura?, defendeu Wagner Vasconcelos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.