No RS, 29 municípios já decretaram situação de emergência devido às chuvas

Mais de 127 mil pessoas são prejudicadas pelas enchentes pelos temporais

Solange Spigliatti, estadão.com.br

04 Agosto 2011 | 09h58

SÃO PAULO - Os temporais que atingem o Rio Grande do Sul desde o último dia 20 de julho já deixaram em situação de emergência 29 municípios, segundo levantamento da Defesa Civil Estadual divulgado nesta quinta-feira, 4. As chuvas já afetaram, de acordo com o boletim, 127.462 moradores. Deste total, 5.425 ficaram desabrigados e outros 13.891 estão desalojados.

 

Os municípios do litoral norte são os mais prejudicados pelas chuvas, entre eles Três Forquilhas, Itati e Terra de Areia, que registraram destelhamentos, quedas de luz e perdas significativas nas plantações de banana e hortifrutigranjeiros. Um morador de Três Forquilhas ficou ferido devido à queda de uma telha, mas passa bem. Não foram notificados estragos em outras regiões do Estado.

 

Segundo a Defesa Civil, o caso mais grave é o de Três Forquilhas, onde uma Unidade Médica de Pronto Atendimento sofreu abalos na estrutura do prédio. A Escola Estadual Professora Dulce Ramos teve seu sistema elétrico e o telhado destruídos, deixando os estudantes sem aulas. Em Terra de Areia, seis casas foram parcialmente destruídas e outras 16 sofreram destelhamento. A situação também é delicada em Itati, onde não há luz elétrica e telefone.

 

Os municípios de Lajeado, Encantado, Arvorezinha, Bom Princípio, Ciríaco, Santa Tereza, Estrela, Sarandi, Cruzeiro do Sul, Venâncio Aires, Montenegro, Arroio do Meio, Charrua, São Sebastião do Caí, Roca Sales, São Jerônimo, Bom Retiro do Sul, Pareci Novo, Três Coroas, Parobé, Rolante, Campo Bom, Taquara, Itapuca, Colina, Terra de Areia, Taquari, Muçum e Anta Gorda já decretaram situação de emergência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.