Divulgação| Defesa Civil
Divulgação| Defesa Civil

No RS, ciclone traz ventos superiores a 100 km/h e deixa milhares sem luz

Ventos no litoral podem chegar a 150 km/h nesta sexta-feira

Lucas Azevedo, especial para O Estado, O Estado de S.Paulo

28 Outubro 2016 | 11h01

PORTO ALEGRE - Um ciclone extratropical que atingiu o Rio Grande do Sul nessa quinta-feira, 27, causou grandes transtornos aos gaúchos. As rajadas de vento, que superaram os 100 km/h, deixaram cerca de 100 mil pontos sem luz no Estado e interromperam as operações do Porto de Rio Grande, no extremo sul. A previsão para esta sexta é que o vento seja ainda mais forte no litoral, gerando uma possível ressaca.

As rajadas chegaram a 111 km/h em Santa Vitória do Palmar, no sul do Estado. Perto dali, em Rio Grande, alcançaram os 85 km/h. Em Porto Alegre, foi registrado vento de 80 km/h.

Toda essa ventania causou estragos, especialmente nas linhas de energia. À noite, cerca de 100 mil clientes das três empresas de energia do Estado ficaram sem abastecimento. Nesta manhã, o número caiu para cerca de 48 mil, principalmente no litoral e na região metropolitana. Segundo a Companhia Riograndense de Energia Elétrica (CEEE), 38 mil clientes estavam às escuras. Conforme a AES Sul, em sua área de concessão eram 4,8 mil sem luz. Já a Rio Grande Energia (RGE) informou 5 mil pontos administrados por ela estavam com problemas.

De acordo com a empresa de meteorologia MetSul, nesta sexta o vento pode chegar a 150 km/h na costa, ocasionando forte agitação marítima. Há perigo para embarcações e possibilidade de forte ressaca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.