No Salão do Automóvel, compradores e curiosos

A velocidade dos automóveis ocupará a imaginação dos mais de 600 visitantes aguardados para o Salão do Automóvel, no fim do mês. Os que sempre admiraram a esportividade e a tecnologia dos modelos da Porsche e o ímpeto e a tradição das Ferraris, por exemplo, terão a oportunidade de conferir de perto o que faz essas duas marcas serem sonho de consumo de gente no mundo inteiro. Serão mais de 150 expositores e 36 marcas participantes. Neste ano, o evento traz uma proposta inovadora. A idéia é atingir o público que não está acostumado a freqüentar o Salão, mas nem por isso deixa de ser um apaixonado por automóveis. O tema "Carro para quem quer" traduz o ideal mais popular desta edição, a 25ª. O evento, bienal, é ponto de encontro para compradores e curiosos. "Quero ver o lançamento de um dos produtos da Hyundai e também de um automóvel da Chevrolet, que tenho interesse em comprar", diz o assistente de Marketing Lucas Aurélio de Almeida, de 27 anos. Ele pretende visitar o evento pela primeira vez acompanhado da namorada, uma grande apaixonada por carros. "Ela já se interessou antes mesmo de eu comentar que gostaria de ir." As mulheres são minoria entre os visitantes do Salão do Automóvel. Uma pesquisa realizada pela SPTuris com o público da edição anterior mostra que cerca de 70% das pessoas que comparecem ao Salão são homens - aproximadamente 15%, turistas. Foi com os olhos colados nos carros e as mãos agarradas ao joelho do pai que Oliver Kiles, estudante de 21 anos, aprendeu a amar os automóveis e, conseqüentemente, a visitar o Salão. "É interessante encontrar os carros expostos para o público e observar o funcionamento das peças", diz. Estudante de Engenharia, ele é atraído pelo desenho arrojado dos mais recentes lançamentos da indústria automobilística. Kiles fará parte de um grupo de 650 mil pessoas esperadas no evento, entre os dias 30 e 9 de novembro.

O Estadao de S.Paulo

19 Outubro 2008 | 01h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.