AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

No Vale do Paraíba, acusado de matar PM é morto em confronto policial

Uma bomba caseira destruiu parte de uma base da Polícia Militar do bairro Ipiranguinha, em Ubatuba, Litoral Norte Paulista. O artefato foi arremessado na noite de terça-feira, atingindo os vidros, a porta e um armário. No momento do ataque a base estava fechada, já que os policiais faziam ronda pelo bairro. Ninguém ficou ferido.A PM investiga se o ato de vandalismo tem relação com os últimos ataques ligados às facções criminosas. Há suspeita de que pessoas envolvidas no tráfico de drogas e não pertencentes a facções aproveitem a onda de violência para afrontar a polícia.Em uma troca de tiros com policiais militares, o jovem Alan Jones Belini Leme, de 22 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira, em Caçapava, Vale do Paraíba. Ele atirou contra os policiais que patrulhavam o bairro Vila Paraíba.Cadeias destruídasNo Vale do Paraíba, a Justiça e as administrações municipais pedem a desativação das cadeias de Aparecida, Cruzeiro e São Sebastião, por estarem completamente destruídas depois das rebeliões do fim de semana.Em Aparecida, a Justiça determinou e os 116 presos foram transferidos para outras unidades da região e a reforma nas celas será iniciada nesta semana. Em São Sebastião, onde 9 presos morreram carbonizados durante o motim, no último domingo, a Ordem dos Advogados do Brasil e a prefeitura também pediram ao juiz corregedor Fernando Henrique Pinto o fechamento imediato e a transferência dos 290 detentos que ocupam seis celas. "Não há como fazer nada aqui. A unidade está sem condições estruturais e sanitárias para permanecer em funcionamento. A única solução é o seu fechamento imediato", analisou o prefeito Juan Ponz Garcia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.