Noiva desmaia por causa de incêndio em loja

O risco de não realizar um de seus maiores sonhos - casar na igreja, usando um belo vestido de noiva - fez uma jovem, identificada apenas como Cássia, entrar em desespero na noite desta terça-feira.Pela televisão, ela soube que um incêndio estava consumindo uma das lojas da Rua São Caetano, tradicional centro de moda para noivas, na região central de São Paulo. A loja, instalada há 40 anos, no número 135, era a Marisônia, justamente onde Cássia havia encomendado o vestido.Com o casamento marcado para sábado, ela decidiu ir até o local, aonde chegou no momento em que os bombeiros faziam o rescaldo. Ao descobrir que todo o piso superior da loja havia sido destruído, Cássia desmaiou.Só se acalmou depois de receber a garantia do proprietário, Eduardo D´Urso, de que um vestido idêntico seria entregue até sexta-feira, já que a família possui uma rede de dez lojas do mesmo gênero.O incêndio começou por volta das 18h50. A loja já estava fechada, e os bombeiros foram acionados por vizinhos, que notaram a fumaça. Quarenta homens, em 15 carros do Corpo de Bombeiros, levaram menos de meia hora para controlar as chamas.Para entrar no prédio, arrombaram uma porta de ferro, e lá dentro constataram que o fogo se concentrara no segundo andar, onde funcionava uma oficina de reparos e era guardada uma parte do estoque de 500 vestidos. Os modelos expostos no térreo ficaram apenas molhados. Não houve vítimas.Os bombeiros acreditam que a causa possa ter sido um curto-circuito, mas a análise final caberá à perícia, que já começou as investigações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.