Nos bastidores, valor do mínimo já atinge R$ 545,00

Dilma Rousseff pretende cobrar das lideranças partidárias e sindicais o cumprimento do acordo de aumento gradativo do salário mínimo, referenciado pelo PIB de dois anos anteriores e pela inflação do período. O governo estima que, seguida a regra, o reajuste será pouco menor que 14% e acha um erro a politização da discussão. A presidente está disposta a fazer todo o esforço necessário, segundo apurou o Estado, para evitar um desgaste com um veto a um valor eventualmente maior votado pelo Congresso. Ela trabalha com o valor arredondado de R$ 545, acima dos R$ 540 atuais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.