Notas

SÃO PAULO

, O Estadao de S.Paulo

16 de março de 2010 | 00h00

Mentor sucede a Rui Falcão como líder do PT na Assembleia Legislativa

A bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo tem novo líder - o deputado Antonio Mentor (foto), que substitui Rui Falcão. O parlamentar, que vai conduzir a bancada petista até 15 de março de 2011, já esteve no mesmo posto no período 2003-2004. "Será um ano difícil, de muito trabalho, mas tenho certeza que teremos um ótimo desempenho nessa nova missão, com o apoio dos 19 deputados petistas", declarou Mentor. Para liderar a minoria na Casa - que além do PT inclui PSOL e PC do B - foi escolhido Vanderlei Siraque (PT), que sucede ao também petista Vicente Cândido. O líder da minoria é o representante oficial da oposição na Casa, composta por 22 deputados. No PSDB, o deputado e ex-prefeito de Osasco Celso Giglio tomou posse como líder da bancada tucana, no lugar de Samuel Moreira.

JUSTIÇA ELEITORAL

Partidos têm de abrir contas para doações

Os diretórios dos partidos que optarem por arrecadar recursos e aplicá-los nas campanhas eleitorais deste ano devem providenciar abertura de conta bancária específica até sexta-feira. O procedimento é diferente do que precisa ser seguido pelos candidatos e comitês financeiros - que só podem abrir a conta e arrecadar recursos após registrados na Justiça Eleitoral, o que só pode acontecer a partir de junho (mês das convenções). O prazo está estabelecido na resolução de prestação de contas, publicada no último dia 4 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

MÍDIA

SIP analisará censura no Brasil

A Sociedad Interamericana de Prensa (SIP), órgão máximo do jornalismo nas Américas, analisará a partir de sexta-feira, em Aruba, a situação da imprensa nos continentes. Os casos de censura no Brasil, como o que atinge o Estado desde o ano passado, também passarão por avaliação. No dia 22 de março, os 250 editores reunidos aprovarão um documento que será encaminhado aos governantes para tomada de providências. A SIP é composta por mais de 1.300 publicações e tem sede em Miami (EUA).

RIO GRANDE DO SUL

Yeda passa custo com estradas para União

O Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer) voltou a fiscalizar os serviços prestados pelas concessionárias em seis polos rodoviários do Estado a partir de ontem, por determinação da governadora Yeda Crusius (PSDB). O governo gaúcho também anunciou que vai enviar relatórios das vistorias à União, de quem também tentará cobrar o custo da fiscalização. A decisão de Yeda é mais um capítulo de impasse que começou em dezembro de 2008. À época, o Ministério dos Transportes não deu o aval para prorrogar as concessões por mais 15 anos, sem nova licitação. Em agosto, Yeda tentou devolver à União o controle dos polos, mas o ministério não aceitou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.