Michal Cizek / AFP
Michal Cizek / AFP

Notícias do dia: 1 milhão de casos no mundo, mortes no Brasil e desenvolvimento de vacina

Primeiro caso no País, contas no vermelho, falta de equipamentos, cadastros de médicos, seguro-desemprego nos EUA, caos na Itália e a decisão de atirar em quem descumprir quarentena na Filipinas também foram assuntos desta quinta-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de abril de 2020 | 20h04

O ministério da Saúde detectou que o primeiro caso de coronavírus no Brasil ocorreu um mês antes do carnaval. O número de infectados no País se aproxima de 8 mil. O avanço da pandemia tem impactado os estoques de equipamentos como máscaras e luvas no País. E o governo calcula um rombo de R$ 419 bilhões nas contas. 

Leia também sobre 1 milhão de infectados no mundo, a vacina de Israel contra a covid-19, o aumento nos pedidos de seguro-desemprego nos EUA, o caos na Itália e o pedido do presidente das Filipinas para atirar em quem descumprir quarentena. 

Veja abaixo a lista das principais notícias do 'Estadão' nesta quinta-feira, 2 de abril de 2020:

1. Coronavírus chega a 1 milhão de casos e 50 mil mortos no mundo

A pandemia do novo coronavírus chegou nesta quinta-feira, 2, à marca de 1 milhão de pessoas infectadas e já tirou a vida de mais de 50 mil. O surto que começou na província chinesa de Hubei e foi declarado pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS) após se disseminar para 181 países e regiões. Os mais impactados - Estados Unidos, Itália, Espanha, China e Alemanha - adotaram mudanças drásticas nos seus modos de vida - do trabalho à religiosidade. 

Leia também: Mapas e gráficos mostram avanço do novo coronavírus no Brasil e no mundo

2. Primeiro caso da covid-19 no Brasil é do fim de janeiro, diz Ministério da Saúde

Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira, 2, que detectou registro do primeiro caso de novo coronavírus no Brasil em 23 de janeiro. Antes, a pasta considerava um diagnóstico divulgado em 26 de fevereiro como sendo a chegada da doença no País

3. Brasil tem 299 mortes por coronavírus e 7.910 casos confirmados

O Brasil registrou, em boletim do Ministério da Saúde7.910 casos confirmados da covid-19, transmitida pelo novo coronavírus. Foram 1.074 novas confirmações nas últimas 24 horas. As mortes pela doença subiram de 241 para 299. A taxa de mortalidade está em 3,8%.    

Leia também: Pequenas cidades confirmam primeiros casos de coronavírus e ampliam isolamento no interior

4. Estoque de equipamentos de proteção individual do ministério zera antes do pico do coronavírus

Semanas antes do pico esperado do novo coronavírus no Brasil, o Ministério da Saúde está sem estoques de equipamentos de proteção individual, como máscaras e luvas, para distribuir a profissionais de saúde.

Leia também: Fábricas se adaptam para produzir máscaras e consertar respiradores durante pandemia

5. Vacina oral contra covid-19 desenvolvida por cientistas de Israel já está nos 'estágios finais'

Uma nova vacina contra a covid-19 está sendo desenvolvida por um time de cientistas em Israel, que afirmam ser capazes de produzir um componente ativo para a droga “nos próximos dias”. Em entrevista ao jornal The Jerusalem Post, o chefe da equipe Dr. Chen Katz afirmou que pretende iniciar os testes em humanos em 1º de junho.

Leia também: Mandetta diz que estudo com cloroquina 'começa a achar o caminho'

6. Governo deve fechar o ano no vermelho em R$ 419 bilhões, o maior rombo da história

O governo deve fechar o ano com as contas no vermelho em R$ 419,2 bilhões, o equivalente a 5,5% do PIB. A projeção foi apresentada nesta quinta-feira, 2, pelo secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues.  

7. Mandetta critica ação judicial que impede cadastro de médicos: ‘Se precisar, vamos requisitar sim'

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disparou duras críticas contra o Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj), por causa de uma ação judicial movida pela autarquia para impedir a convocação de seus médicos para atuarem em outros locais do País.

Leia também: Bolsonaro: 'Mandetta tem que ouvir mais o presidente'

8. Mais de 10 milhões de americanos deram entrada em pedidos de seguro-desemprego em março

Mais de 10 milhões de americanos deram entrada em solicitações do seguro-desemprego na semana passada - um recorde - enquanto lideranças políticas e de saúde congelaram a economia, mantendo as pessoas em casa e tentando desacelerar a disseminação do mortífero coronavírus.

9. Crematório de Milão fechará por um mês para poder tratar todos os corpos

O maior crematório de Milão fechará um mês para poder tratar todos os corpos que estão esperando para serem cremados pela pandemia de coronavírus, informou a prefeitura da capital da Lombardia. Desde o início da epidemia, mais da metade das mortes na Itália (7.960 de um total de 13.915) foram registradas nessa região norte, o pulmão econômico do país.

10. Presidente manda polícia 'atirar para matar' em quem descumprir quarentena nas Filipinas

O presidente das FilipinasRodrigo Duterte, autorizou que as autoridades "atirem para matar" em quem tentar atrapalhar ou protestar contra a operação de distribuição de alimentos durante o período de quarentena determinado pelo governo como uma medida de combate ao coronavírus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.