Gabriela Biló/ Estadão
Gabriela Biló/ Estadão

Notícias do dia: auxílio emergencial, erros em testes e Imposto de Renda adiado

Mortes no Brasil, desemprego e redução de salários, soltura de presos, avanço da covid-19 nos EUA, dificuldade de se recolher corpos no Equador e o rodízio no Panamá também foram assuntos desta quarta-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2020 | 20h05

O novo coronavírus já causou a morte de 240 pessoas no Brasil. Apesar disso, estudo indica que a doença está evoluindo mais lentamente em comparação com outros países.

O Senado ampliou o alcance de auxílio emergencial. O governo calcula que 24,5 milhões de trabalhadores terão salário reduzido ou contrato suspenso. E a Receita Federal decidiu adiar o prazo para declaração do Imposto de Renda.  

Leia também sobre o porcentual de erros em testes rápidos, soltura de presos com fiança, o avanço da covid-19 nos EUA, a dificuldade de se recolher os corpos no Equador e o 'rodízio' no Panamá durante o isolamento. 

Veja abaixo a lista das principais notícias do 'Estadão' nesta quarta-feira, 1º de abril de 2020:

1. Senado amplia alcance de auxílio para mães solteiras e homens chefes de família

Mesmo antes de o presidente Jair Bolsonaro sancionar o auxílio emergencial de R$ 600 durante a pandemia do novo coronavírus, o Senado aprovou o texto-base de um projeto ampliando o alcance do benefício a ser pago para trabalhadores informais, intermitentes e microempreendedores individuais (MEIs).

Leia também: Ipea calcula que 11 milhões não estão cadastrados para receber ajuda do governo

​2. Governo calcula que 24,5 milhões de trabalhadores terão salário reduzido ou contrato suspenso

O governo calcula que 24,5 milhões de trabalhadores com carteira assinada receberão o benefício emergencial para manutenção do emprego. Isso significa que eles serão afetados por medidas de redução de jornada e salários ou suspensão de contratos. Apesar disso, a equipe econômica estima que o programa salvará 8,5 milhões de postos de trabalho ao dar alívio momentâneo às empresas.

3. Brasil tem 241 mortes por coronavírus e 6.836 casos confirmados

O Brasil registrou nesta quarta-feira, 01, em atualização da plataforma do Ministério da Saúde6.836 casos confirmados da covid-19, transmitida pelo novo coronavírus. Foram 1.119 novas confirmações nas últimas 24 horas. As mortes pela doença chegam a 240 , com aumento de 39  óbitos em relação à ultima contagem, divulgada ontem. A taxa de mortalidade continua em 3,5%.

Leia também: Com novo recorde, Estado de São Paulo registra mais 28 mortes em um dia

4. Estudo indica que coronavírus está evoluindo de forma mais controlada no Brasil

A epidemia do novo coronavírus no Brasil está evoluindo de forma mais controlada do que em outros países, como China, Itália, Espanha e Estados Unidos. Esse crescimento mais lento no número de casos estaria relacionado ao fato de o País ter tomado as medidas de contenção logo no início da epidemia. No entanto, alertam especialistas, pode ser atribuído também à subnotificação e à demora na notificação dos casos. O problema seria mais grave em São Paulo, onde haveria mais de dez mil exames atrasados.

Leia também: 200 corpos em SP aguardam resultado para exame do coronavírus

5. Testes rápidos podem ter até 75% de chance de erro em resultados negativos para coronavírus

O Ministério da Saúde detectou “limitações importantes” nos 500 mil testes rápidos doados pela mineradora Vale, fabricados na China, e pediu cautela a gestores do SUS ao aplicar o produto. Análise em laboratório privado mostrou que os testes podem ter até 75% de chance de erro em resultados negativos para coronavírus. O porcentual de erro cai para 14% em exames positivos. O governo sugeriu que o produto seja aplicado apenas em pessoas que apresentam sintomas da covid-19 há ao menos 7 dias para evitar diagnóstico falso.

6. Governo adia prazo de declaração do Imposto de Renda para 30 de junho

O secretário da Receita Federal, José Tostes, anunciou que o governo vai adiar a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020 devido à pandemia da covid-19 do dia 30 abril para 30 de junho.  

7. STJ manda soltar presos que tiverem liberdade condicionada a fiança

O ministro Sebastião Reis Júnior, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), estendeu para todo o País os efeitos da liminar que determina a soltura de presos cuja liberdade provisória tenha sido condicionada ao pagamento de fiança e que ainda estejam na prisão. A liminar foi inicialmente concedida na última sexta-feira, 27, para detentos do Espírito Santo.

8. EUA superam 200 mil casos de infectados pelo novo coronavírus

Os Estados Unidos superaram 200 mil casos do novo coronavírus, segundo contagem da Universidade Johns Hopkins, centro de referência que faz o balanço do país. Com 203,6 mil pessoas com o vírus, os EUA são o país com mais infectados no mundo. 

Leia também: China ocultou extensão do surto de coronavírus, diz a inteligência dos EUA

9. Equador não consegue recolher os corpos de vítimas do coronavírus

Em meio ao crescimento de casos de coronavírus no Equador, o país enfrenta dificuldade para recolher os corpos de infectados que morrem no meio da rua ou em casa, sem ajuda. O governo do país disse que resolverá os atrasos na coleta de corpos na cidade de Guayaquil, a mais afetada por infecções por coronavírus, onde são relatadas mortes em bairros populares e áreas turísticas.

10. Panamá cria ‘rodízio’ entre homens e mulheres para controlar quem vai às ruas durante isolamento

Panamá anunciou que adotará uma medida adicional para combater a disseminação do novo coronavírus: a partir desta quarta-feira, homens e mulheres terão que se intercalar para sair de casa e comprar itens básicos em supermercados, postos e farmácias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.