Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

Notícias do dia: Bolsonaro comparado a Jesus, fico de Damares, PCC, amistosos da seleção anunciados

Declaração do presidente sobre a Venezuela, vídeo do ministro da Educação e projeção do Goldman Sachs de década perdida no Brasil também foram destaques desta sexta-feira, 3

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de maio de 2019 | 20h05

SÃO PAULO - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) comentou nesta sexta-feira, 3, a situação da Venezuela e falou sobre a possível saída do presidente Nicolás Maduro do poder. Bolsonaro foi comparado a Jesus Cristo pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Já a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, negou que vá deixar o governo. Por sua vez, o titular da Educação, Abraham Weintraub, publicou um vídeo para confirmar que tirou notas baixas quando era aluno da Universidade de São Paulo (USP). Em São Paulo, uma operação prendeu mais de 50 suspeitos ligados à facção Primeiro Comando da Capital (PCC) e revelou que uma célula do grupo criminoso monitorava a rotina de autoridades a fim de praticar atentados; e o empresário turco naturalizado brasileiro Ali Sipahi negou que esteja envolvido com o terrorismo. Na área da economia, a produção industrial caiu; e o banco americano Goldman Sachs traçou uma previsão pessimista para o País. E, no esporte, a Confederação Brasileira de Futebol anunciou os dois amistosos da seleção durante a preparação para a Copa América.

Quer saber os fatos mais importantes do dia? Confira abaixo as principais notícias desta sexta:

 

Newsletter

Para ficar bem informado, assine as newsletters do Estado e receba os destaques do noticiário por e-mail.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.