Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

Notícias do dia: Bolsonaro, democracia e Forças Armadas, laudo sobre Adélio, Imposto de Renda

Expedição da Funai na Amazônia, diabo da Gaviões e protesto de trabalhadores da Ford também foram destaques desta quinta-feira, 7

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de março de 2019 | 19h52

SÃO PAULO - Uma declaração do presidente Jair Bolsonaro (PSL) durante um evento com fuzileiros navais no Rio de Janeiro provocou polêmica nesta quinta-feira, 7. O presidente também reafirmou o compromisso com o projeto de reforma da Previdência. Um laudo apontou que o agressor do então candidato à Presidência pelo PSL sofre de doença mental. E começou o período de entrega do Imposto de Renda 2019.

Quer saber os fatos mais importantes do dia? Confira abaixo as principais notícias desta quinta:

Bolsonaro: 'Democracia só existe quando as Forças Armadas assim o querem'

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, durante as comemorações dos 211 anos do Corpo de Fuzileiros Navais, no Rio, que a liberdade e a democracia só existem "quando as Forças Armadas assim o querem". Após a repercussão da fala de Bolsonaro, o vice-presidente, Hamilton Mourão, afirmou que ele estava sendo "mal interpretado"

Peritos dizem que esfaqueador de Bolsonaro tem doença mental e é inimputável

Peritos indicados pela Justiça Federal atestaram, em laudo, que Adélio Bispo de Oliveira, que tentou matar o presidente Jair Bolsonaro (PSL), sofre de doença mental. O documento pode levar Adélio a ser considerado inimputável perante a Justiça Criminal. As informações foram reveladas pelo portal G1 e confirmadas pelo Estado.

Bolsonaro reitera compromisso com Previdência e diz que militares serão incluídos na reforma

O presidente Jair Bolsonaro disse que tem confiança de que a reforma da Previdência será aprovada e que os militares serão incluídos. Em um discurso de cinco minutos, Bolsonaro afirmou que vai cumprir a missão imposta a ele no dia 1º de janeiro.

Cautela com Previdência e exterior negativo fazem dólar renovar recorde do ano, a R$ 3,88

A Bolsa iniciou o pregão já em queda, influenciada pelo cenário político interno, ainda intranquilo pela falta de notícias relacionadas à reforma da Previdência, a principal agenda do presidente Jair Bolsonaro neste início de mandato. Já o dólar teve alta firme, refletindo o fortalecimento da moeda no exterior e a cautela do investidor com o cenário local.

Entrega do IR 2019 começa; veja como evitar erros mais comuns nas declarações

Começou o período de entrega das declarações do Imposto de Renda 2019. Neste ano, o prazo é menor: termina no dia 30 de abril. Por isso, a recomendação é redobrar a atenção para as informações a serem declaradas e evitar cair na malha fina por causa de dados errados.

Funai faz expedição para contatar indígenas isolados na Amazônia

A Fundação Nacional do Índio (Funai) iniciou uma expedição na Amazônia para contatar um grupo de índios isolados. O objetivo da missão é proteger esse grupo de indígenas da etnia korubo e evitar possível conflito com outra etnia, a dos índios matis.

 

Ação pede que Gaviões se retrate por triunfo de Satã sobre Jesus no carnaval

A Gaviões da Fiel está sendo processada por seu último desfile no carnaval de São Paulo. O advogado Carlos Alexandre Klomfahs alega que a escola "desrespeitou o símbolo e a religião cristã" ao apresentar em sua comissão de frente uma disputa entre duas figuras religiosas, Jesus e o diabo, na qual, aparentemente a figura cristã é vencida pela representação maléfica.

Em São Bernardo, trabalhadores da Ford fazem passeata contra o fechamento da fábrica

Trabalhadores da Ford organizaram uma passeata em protesto contra o fechamento da fábrica de São Bernardo do Campo, anunciado pela montadora em fevereiro. Os manifestantes saíram da frente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e caminharam até a Praça da Matriz, onde ocorreu um ato inter-religioso. 

Avião da Latam retorna ao aeroporto de Brasília após colisão com pássaro

Um avião da Latam que saiu do Aeroporto de Brasília precisou dar meia-volta após um pássaro entrar no motor da aeronave. O voo 3711 decolou  com destino ao Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. 

Guaidó pede mais sanções financeiras da Europa contra governo de Maduro

O líder opositor e autodeclarado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, fez um apelo para que a Europa intensifique as sanções financeiras contra o governo de Nicolás Maduro, em uma entrevista à revista alemã Der Spiegel. Guaidó condenou com veemência a decisão do regime chavista de expulsar o embaixador da Alemanha em Caracas.

Newsletter

Para ficar bem informado, assine as newsletters do Estado e receba os destaques do noticiário por e-mail.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.