Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

Notícias do dia: Bolsonaro no Chile, Maia, Temer, dólar em alta, evangélica fora do MEC, Dia da Água

Transferência de Marcola, shows extras de Sandy & Junior e rescisão de contrato de linha de monotrilho também foram destaques desta sexta-feira, 22

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de março de 2019 | 20h00

SÃO PAULO - Preso nesta quinta-feira, 21, o ex-presidente Michel Temer (MDB) terá o pedido de liminar de liberdade analisado somente na próxima quarta-feira, 27. Em depoimento, o ex-presidente ficou em silêncio. Já o atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), está em Santiago, no Chile, onde descartou nesta sexta-feira, 22, intervenção militar na Venezuela e comentou a crise com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Em Brasília, a educadora evangélica Iolene Lima foi demitida de cargo no Ministério da Educação (MEC) antes mesmo de ter assumido a função. No Dia Mundial da Água, 60 toneladas de resíduos sólidos de Santos, no litoral paulista, são despejados no Oceano Atlântico.

Quer saber os fatos mais importantes do dia? Confira abaixo as principais notícias desta sexta:

Temer em silêncio; julgamento de habeas corpus só na quarta

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, Antonio Ivan Athié, determinou a inclusão do pedido liminar de liberdade do ex-presidente Michel Temer (MDB) na pauta da quarta-feira. Também pediu ao juiz federal Marcelo Bretas que se manifeste em 24 horas sobre o requerimento da defesa. Ele é relator do habeas corpus dos advogados do emedebista, Eduardo Carnelós e Roberto Soares Garcia, que contestam o decreto de prisão do magistrado da 7ª Vara Federal do Rio, responsável pela Operação Lava Jato. O Ministério Público Federal (MPF) vai denunciar o ex-presidente por peculato, corrupção e lavagem de dinheiro. No depoimento à Polícia Federal, Temer se reservou o direito de ficar em silêncio.

Sem intervenção militar na Venezuela

O presidente Jair Bolsonaro descartou apoio a uma intervenção militar na Venezuela. "Tem gente divagando, tem gente sonhando. Da nossa parte, não existe essa possibilidade", declarou o presidente ao deixar o Palácio de La Moneda, sede do governo chileno, onde 11 países se reuniram para uma cúpula e oito se comprometeram com a criação do Prosul. Mais cedo, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu filho, havia dito, em entrevista ao jornal chileno La Tercera, que "de alguma forma será necessário usar a força" contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

Bolsonaro sobre Maia: 'Não dei motivo para Maia sair da articulação da Previdência'

Após o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ter avisado que deixará a articulação política da reforma da Previdência, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que está aberto para conversar e que não deu motivo para o parlamentar do Rio de Janeiro tomar essa atitude.

Dólar no maior valor do ano

A Bolsa fechou o pregão em forte queda, de 3,10%, aos 93.735 pontos e o dólar subiu 2,65%, atingindo o maior valor em 2019, cotado a R$ 3,90. Os ativos domésticos tiveram um dia de forte desvalorização por uma conjunção de ambiente externo negativo e temores sobre o andamento da reforma da Previdência no Congresso.

Evangélica anunciada como número 2 do MEC demitida antes de assumir

A educadora evangélica Iolene Lima, que havia sido anunciada como a nova número 2 do Ministério da Educação (MEC) na semana passada, foi demitida. Ela foi comunicada pelo ministro Ricardo Vélez Rodríguez de que não fazia mais parte da equipe. Iolene, antes de ser chamada para o cargo de secretária executiva, era diretora de formação da pasta. Ela também não voltará para essa função.

Bolsonaro sobre tomada de decisões: 'Ouço qualquer ministro. Até a Damares'

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na transmissão ao vivo desta quinta-feira, 21, que não toma decisões de governo sozinho e que sempre procura ouvir seus ministros de cada área. Ele destacou que ouve "até a Damares (Alves)" e defendeu o trabalho da titular da pasta de Mulher, Família e Direitos Humanos, que, de acordo com ele, "podem achar que é uma ministra com importância não muito grande".

Transferência de Marcola, líder do PCC, para presídio em Brasília

O líder do PCC, Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, e outros três integrantes da facção que estavam detidos em um presídio federal em Porto Velho (RO), foram transferidos para outro presídio de segurança máxima, também federal, de Brasília. Os outros transferidos, também importantes lideranças do PCC, são: Claudio Barbara da Silva, Patric Velinton Salomão e Pedro Luiz da Silva.

Rescisão de contrato da construção da Linha 17-Ouro do monotrilho

O Metrô rescindiu o contrato de construção do monotrilho da Linha 17-Ouro, uma das obras  prometidas para a Copa de 2014. Em nota, o governo do Estado ressaltou que a obra estava sendo conduzida em ritmo lento pelo consórcio.  "Nos últimos 2 anos foram feitas várias tratativas para a retomada das obras do monotrilho. Já foram abertos mais de 17 processos administrativos pelo atraso das obras, entre vários problemas. O consórcio tem cinco dias para apresentar defesa prévia."

Shows extras de Sandy & Junior em São Paulo e no Rio

A dupla Sandy & Junior anunciou shows extras da turnê Nossa História, em São Paulo e no Rio de Janeiro, depois de os ingressos para a agenda original terem se esgotado quando a venda para o público em geral foi aberta na internet. 

Dia Mundial da Água: despejo de 60 toneladas de resíduos sólidos no mar por dia em Santos - 85% disso é plástico

Um trabalho inédito realizado ao longo do último ano em Santos, no litoral paulista, conseguiu mapear as fontes do lixo observado nas praias e também sua composição e quantidade. O número surpreende: por dia, cerca de 60 toneladas de resíduos - 12,5% do que é gerado diariamente na cidade - vão parar no mar. A maior parte disso, 85%, é de material plástico. É como se o lixo produzido por uma cidade de 65 mil habitantes fosse todo para o mar. O resultado preliminar do trabalho, passado com exclusividade para o Estado, foi divulgado neste 22 de março, Dia Mundial da Água.

Newsletter

Para ficar bem informado, assine as newsletters do Estado e receba os destaques do noticiário por e-mail.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.