Ueslei Marcelino / Reuters
Ueslei Marcelino / Reuters

Notícias do dia: Mandetta demitido, auxílio emergencial e UTIs lotadas em SP

Quase 2 mil mortes no Brasil, votação sobre cortes de salários, chegada de equipamentos no Maranhão, Trump e o debate sobre o isolamento, tensão entre EUA e a China e o estado de emergência no Japão também foram assuntos desta quinta-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2020 | 19h57

Enquanto o Brasil se aproxima da marca de 2 mil mortos por coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro decidiu substituir o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Com as UTIs lotadas, São Paulo avalia transferir pacientes para centros médicos do interior do Estado. O plenário do STF iniciou votação pela validade imediata de acordo individual para cortar salário e jornada. E a Câmara aprovou texto-base de ampliação do auxílio emergencial e a medida retorna para nova análise dos senadores. 

Leia também sobre a chegada de equipamentos no Maranhão, a discussão sobre o fim do isolamento nos EUA, a tensão entre o governo norte-americano e a China e declaração do estado de emergência no Japão

Veja abaixo a lista das principais notícias do 'Estadão' nesta quinta-feira, 16 de abril de 2020:

1. 'Foi divórcio consensual', diz Bolsonaro sobre demissão de Mandetta; SP e Rio registram panelaços

Em pronunciamento no Palácio do Planalto ao lado do novo ministro da Saúde, o oncologista Nelson Teich, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o ministro Luiz Henrique Mandetta não tratou a crise relacionada à pandemia do coronavírus da forma como ele gostaria.

Leia também: Quem é Nelson Teich, novo ministro da Saúde do governo Bolsonaro

2. ‘Não façam um milímetro do que acham que não deveriam fazer’, diz Mandetta

Em um discurso emocionado, Luiz Henrique Mandetta se despediu do Ministério da Saúde. Recebido por aplausos de servidores da pasta, Mandetta fez um agradecimento a uma série de parceiros de trabalho. Anteriormente, Mandetta sinalizou que, se deixasse o cargo, a sua equipe iria embora junto. Hoje, no entanto, ele orientou a todos que continuem na pasta se forem solicitados

Leia também: Congresso reage à demissão de Mandetta e teme piora na pandemia

3. Brasil registra 188 mortes e 2.105 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas

Brasil registrou nesta quinta-feira mais 188 mortes provocadas pelo coronavírus e 2.105 novos casos da doença nas últimas 24 horas, segundo informações do Ministério da Saúde. A taxa de letalidade está em 6,3%.

Leia também: Veja a evolução do coronavírus por cidades e microrregiões do Brasil

4. Com UTIs lotadas, São Paulo avalia transferir pacientes para outras cidades

Diante da lotação nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nos hospitais públicos da Grande São Paulo, o governo do Estado já abre possibilidade para transferir pacientes para centros médicos do interior do Estado, onde a pressão por atendimento em decorrência do coronavírus ainda não é tão forte quanto na região metropolitana. 

5. Câmara aprova texto-base de ampliação de auxílio emergencial de R$ 600

Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, 16, a ampliação do auxílio emergencial de R$ 600 para incluir mães adolescentes e trabalhadores informais que, em 2018, tiveram renda superior a R$ 28,6 mil, que tinham sido excluídos da proposta original. 

6. Lewandowski vota por validade imediata de acordo individual para cortar salário e jornada

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, votou nesta quinta-feira, 16, pela validade imediata dos acordos individuais firmados entre empregadores e trabalhadores para redução de jornada e salário ou suspensão temporária de contrato. O ministro reiterou que, de acordo com a própria medida do governo, os sindicatos devem ser comunicados num prazo de até 10 dias. Os outros dez ministros do STF ainda precisam apresentar seu voto.

7. Maranhão dribla 'concorrentes' e traz respiradores e máscaras da China

Depois de algumas tentativas frustradas e comprar respiradores, e ter as cargas sendo interceptadas ou a negociação atravessada por países como Alemanha, Estados Unidos e o próprio governo Federal, o Maranhão montou uma operação digna de Hollywood para conseguir transportar 107 respiradores e 200 mil máscaras da China.

8. Trump apresenta plano de 3 fases para reabrir a economia dos EUA

A Casa Branca apresentou nesta quinta-feira, 16, um plano para começar a relaxar as medidas de isolamento nos Estados Unidos para conter o coronavírus, com retomada parcial, e em três fases, das atividades. O plano não será colocado em prática imediatamente e nem de uma vez. Cada Estado decidirá quando recomeçar as atividades e se isso acontecerá no Estado inteiro simultaneamente ou em regiões específicas.

Leia também: Polícia americana encontra 17 corpos em asilo de New Jersey

9. Aumenta tensão entre EUA e China por 'diplomacia da doação de máscara'

Com mais de 25 mil mortes nos Estados Unidos e os hospitais ainda lutando com a escassez de equipamentos, autoridades e executivos americanos citam novos problemas na compra de equipamento ou receber doações da China.

10. Japão declara estado de emergência nacional por coronavírus

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, declarou nesta quinta-feira, 16, o estado de emergência para todo o Japão, após ser pressionado a tomar medidas mais drásticas para controlar a disseminação do novo coronavírus no país. 

Leia também: Reino Unido prorroga confinamento por ao menos três semanas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.