Dida Sampaio
Dida Sampaio

Notícias do dia: Nunes x Greenwald, 2ª instância no STF e o novo secretário de Cultura

Megaleilão do pré-sal, cartão corporativo, Lei Rouanet usada em eventos de igrejas, indenização a militares torturados na ditadura, embargo imposto à Cuba e protestos na Bolívia também foram assuntos desta quinta-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de novembro de 2019 | 20h16

O Supremo Tribunal Federal derrubou a prisão após 2ª instância e abriu caminho para a soltura do ex-presidente Lula. O Supremo decidiu também que despesas do Planalto com cartão corporativo devem ser públicas e justificadas. E a Comissão da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) defendeu a advogada que usou o pronome "você" para se referir aos ministros do STF.

Após a ausência de petroleiras estrangeiras em dois leilões consecutivos, o governo avalia acabar com prioridade da Petrobrás. Nesta quinta-feira houve ainda mudanças na secretaria de Cultura que foi transferida para o Ministério do Turismo e teve nomeado novo presidente.

Leia também sobre a briga entre os jornalistas Augusto Nunes e Glenn Greenwald, a indenização a militares torturados na ditadura, a proposta de utilizar a Lei Rouanet para financiar eventos de igrejas, o voto do Brasil a favor do embargo econômico imposto a Cuba e as manifestações contra Evo Morales na Bolívia. 

 

Quer saber os fatos mais importantes do dia? Confira abaixo:

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Novembro Azul: entenda a campanha de prevenção do câncer de próstata
  • DPVAT: o que é e como funciona o seguro obrigatório?
  • Yuval Harari: “Algoritmos entendem você melhor do que você mesmo se entende”

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.