Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

Notícias do dia: policiais na reforma, Weintraub, Enem digital, WhatsApp, Halle Bailey, Homem-Aranha

Convocação de Greenwald, morte de príncipe herdeiro dos Emirados Árabes e desaparecimento de criança brasileira na fronteira México-EUA também foram destaques desta quarta-feira, 3

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de julho de 2019 | 20h31

SÃO PAULO - O jornalista americano Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil, terá que ir à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal para prestar esclarecimentos sobre as mensagens vazadas entre o ex-juiz Sérgio Moro e procuradores da Operação Lava Jato. A pedido do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o projeto de reforma da Previdência será mais brando com os policiais. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou nesta quarta-feira, 3, um projeto piloto de aplicação digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2020. Weintraub, por sinal, quer apagar o artigo sobre ele da Wikipédia. Em São Paulo, o governador João Doria (PSDB) anunciou a substituição do projeto de levar um monotrilho para a região do ABC por um corredor de ônibus. Na fronteira do México com os Estados Unidos, uma criança brasileira de 2 anos está desaparecida. Em Londres, o príncipe herdeiro dos Emirados Árabes Unidos e estilista de moda Khalid Al Qasimi, de 39 anos, foi encontrado morto. Nas redes sociais, usuários enfrentam instabilidade em aplicativos como Facebook, WhatsApp e Instagram. No cinema, a atriz Halle Bailey foi escolhida para interpretar a personagem Ariel no live-action de A Pequena Sereia. E há grande expectativa pela estreia de Homem Aranha - Longe de Casa.

Quer saber os fatos mais importantes do dia? Confira abaixo as principais notícias desta quarta:

 

Newsletter

Para ficar bem informado, assine as newsletters do Estado e receba os destaques do noticiário por e-mail.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.