Adema
Adema

Notícias do dia: prisão após 2ª instância, óleo no Nordeste e Nobel de Economia

Revogação da Portaria 666, propinas na Petrobrás, prévia do PIB, sanções contra Turquia, Brexit, recuo do presidente do Equador após protestos e a morte de Harold Bloom também foram assuntos desta segunda-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de outubro de 2019 | 19h57

O ministro da Justiça Sérgio Moro diz que não teme anulação de condenações por conta de julgamento do STF sobre execução de pena após segunda instância. Em outra ação, Moro recuou e decidiu mudar regra para deportação de estrangeiros perigosos. A Lava Jato denunciou mais cinco executivos da Petrobrás. O índice IBC-Br, considerado prévia do PIB, mostrou crescimento tímido em agosto. E ainda não se sabe a origem do óleo que se espalha pelo Nordeste, mas tese de "navio fantasma" ganha força.

Leia também sobre as sanções contra a Turquia, a defesa da rainha Elizabeth II ao Brexit, o recuo do presidente do Equador após protestos contra aumento dos combustíveis, a morte do crítico literário Harold Bloom e os vencedores do Nobel de Economia

Quer saber os fatos mais importantes do dia? Confira abaixo:

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.