Nova empresa assume Ibirapuera na 2ª-feira

Vitor Hugo Brandalise

, O Estadao de S.Paulo

17 de janeiro de 2009 | 00h00

Funcionários da empresa Demax, responsável pela manutenção de cinco parques na região da Represa do Guarapiranga, zona sul de São Paulo, estiveram ontem no Parque do Ibirapuera para "tomar conhecimento" da situação do local. Tanto a diretoria da empresa quanto a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente dão como certa a assinatura do contrato na segunda-feira, para que a Demax assuma a manutenção do Ibirapuera."Estivemos no parque para definir as primeiras providências para manutenção", disse o diretor da empresa, Quinto Muffo. "Mas só começaremos com contrato assinado, provavelmente na segunda." No fim de semana, a Servimarc, prestadora de serviços no Ibirapuera por seis anos e que terá o contrato rescindido, vai manter o trabalho. A secretaria prepara também uma força-tarefa.Os termos do contrato da Demax são os mesmos mantidos com a Servimarc - válido até 28 de fevereiro. Pelos 40 dias de trabalho, a empresa deve receber cerca de R$ 280 mil. REPÚDIOEm reunião anteontem, o Conselho Gestor do Ibirapuera aprovou moção de repúdio às exonerações da administradora do parque, Francisca Cifuentes, e do assistente técnico Henrique Mumme. Os conselheiros pedem o "retorno imediato" dos funcionários. O secretário Eduardo Jorge negou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.