DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

Veja como fica a previsão do tempo para SP no feriado 7 de setembro

Frente fria deve derrubar temperaturas no Sul e trazer chuva. Porém, segundo o Climatempo, as novas massas polares não devem atingir o País com a força da grande onda que permaneceu por aqui em agosto

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de setembro de 2020 | 10h45

Entramos no último mês do inverno de 2020. A primavera no Hemisfério Sul vai começar oficialmente no dia 22 de setembro, mas o frio ainda poderá surpreender nas últimas semanas da estação gelada, inclusive no feriado 7 de setembro, com o avanço de fortes frentes frias.

No entanto, de acordo com o Instituto Climatempo, as novas massas polares, mesmo intensas, não devem conseguir atingir o Brasil com a força e abrangência da grande onda de frio que passou por aqui entre 19 e 23 de agosto. A tendência agora é que o ar frio intenso atue sobre a Região Sul do País, atingindo especialmente o Rio Grande do Sul.

Inclusive, a possibilidade de nevar no Sul ainda não pode ser completamente descartada, "mas a chance é muito baixa". O frio mais intenso será na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, onde pode gear.

Previsão de tempo para sábado

Para o sábado, 5 de setembro, a frente fria deixa o tempo chuvoso no oeste e sul de Santa Catarina e no norte e nordeste do Rio Grande do Sul. Faz frio nestes Estados. Entre Foz do IguaçuVale do Itajaí e Curitiba, no Paraná, faz sol e pode chover à tarde ou à noite. Em Porto Alegre, a mínima deve ser abaixo dos 12°C.

No Sudeste, o litoral paulista vai ficar com muitas nuvens, mas vai ter um pouco de sol também. A mínima durante o dia deve alcançar os 15°C e a chuva chega no fim de semana, quando os termômetros voltam a cair. 

O sábado também terá muitas nuvens e chuva a qualquer hora desde o sul da Bahia até Recife, com possibilidade pancadas de chuva com raios à tarde e à noite entre o litoral do Maranhão, Roraima e Acre.

Apesar do frio e da chuva em algumas regiões, a previsão é de um dia com sol forte e calor em quase todo o Brasil. A temperatura em Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins e sul do Pará pode chegar aos 40°C

Além das altas temperaturas, é preciso ter atenção redobrada com a secura do ar. Os níveis de umidade vão ficar entre 10% e 30% no interior do Nordeste, do Sudeste, no Centro-Oeste, no Tocantins até em parte do Paraná, informou o Climatempo.

Previsão de tempo para domingo

Para o domingo, 6 de setembro, a previsão é quase a mesma do sábado. Calorão, sol forte e ar muito seco em quase todo o Brasil. Algumas pancadas de chuva com raios podem ocorrer entre o Acre, o Amapá e o litoral do Maranhão, além de chuva fraca a moderada no leste do Nordeste - desde Natal até o sul da Bahia.

A novidade no domingo é que a frente fria que estava no Sul avança no mar e chega ao litoral do Rio de Janeiro. E aí, o domingo vai ser nublado, com chuva e temperatura amena em toda a região entre a cidade do Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba. Mas a chuva é fraca a moderada.

O tempo também fica chuvoso em Santa Catarina e na Serra Gaúcha. Catarinenses e gaúchos vão sentir frio e pode gear ao amanhecer na fronteira com o Uruguai.

Previsão de tempo para segunda-feira

Na segunda-feira, feriado de 7 de setembro, a frente fria avança um pouco mais e provoca chuva durante o dia em Vitória e no sul do Espírito Santo. Mas a instabilidade desta frente fria fica espalhada sobre todo o estado do Rio de janeiro, na região de Juiz de Fora, em Minas Gerais, no leste e sul de São Paulo, na região de Curitiba e sobre Santa catarina.

De acordo com o Climatempo, volta a chover a partir da tarde em Porto Alegre e no centro-oeste do Rio Grande do Sul. Do interior do Paraná até o interior do Nordeste e o sul da Região Norte, o feriado será com sol e calor. 

Algumas pancadas de chuva voltam a ocorrer entre o Acre e o litoral do Maranhão e chove fraco no litoral leste do Nordeste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.