Nova linha do metrô de SP será inaugurada no domingo

A partir da próxima segunda-feira, cerca de 1 milhão de moradores da região do Capão Redondo, na zona sul da capital paulista, contarão com um transporte de melhor qualidade. Acostumados a perder mais de uma hora para chegar a Santo Amaro de ônibus ou de carro, eles agora vão poder fazer o percurso em 15 minutos, usando a Linha 5 (Lilás) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Operada pelo Metrô, a linha será inaugurada oficialmente no domingo. A princípio, os trens funcionarão apenas das 10 às 15 horas e o tempo de operação será estendido gradualmente. "Esse é um período de adaptação para que as pessoas se acostumem com o sistema. Servirá também como um teste prático de funcionamento", explicou o secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes. A obra custou U$S 646 milhões, gastos nas Estações Capão Redondo, Campo Limpo, Vila das Belezas, Giovanni Gronchi, Santo Amaro e Largo 13. A previsão é de que 350 mil pessoas, o equivalente a 35% da população local, passe a utilizar a linha diariamente. A Linha 5 deveria ter sido aberta em setembro, mas a inauguração sofreu atrasos em razão de dificuldades na importação de equipamentos, segundo o secretário dos Transportes. O maquinário é cotado em dólar. Fernandes e representantes do Metrô, da CPTM e das empreiteiras contratadas para realizar os trabalhos fizeram nesta segunda-feira um passeio nos trens até o Largo 13 de Maio para vistoriar o sistema. De acordo com o secretário, a nova linha não terá problemas de infiltração de água - como a que afeta a Estação Vila Madalena - e de vibração, típica da linha da Paulista. "Os trilhos estão todos acolchoados com material de alta tecnologia." O comerciante Adalberto Flores, de 53 anos, espera ganhar dinheiro com o metrô. "Construi um prédio para alugar bem em frente da saída do Largo 13. Com certeza, isso vai ficar fácil quando a linha chegar aqui." A esperança do comerciante é de que o metrô ajude a revitalizar o centro de Santo Amaro. "Precisamos de melhores lojas, mais empregos e um ambiente sadio." Integração - Além de facilitar a ligação dos dois bairros na mesma região, a nova linha, que se integrará com a Linha C da CPTM em Santo Amaro, permitirá que o passageiro percorra toda a cidade pagando apenas um bilhete. Assim, além dos 9,4 quilômetros da Linha 5, as pessoas terão à disposição 377 quilômetros de linhas de metrô, trem e ônibus intermunicipais. A partir de Santo Amaro, por exemplo, o passageiro poderá chegar a Osasco, Jundiaí e Paranapiacaba. Bairros distantes como Itaquera e São Miguel (zona leste) e Tucuruvi (norte) também fazem parte da integração. Veja como fica a interligação Metrô-Trem

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.