Nova penitenciária no interior de SP abrigará 300 detentas

O secretário da Administração Penitenciária Nagashi Furukawa inaugura nesta segunda-feira, às 11 horas, a Penitenciária Feminina de Ribeirão Preto. Essa unidade funcionava como cadeia pública e foi desativada pelo governo do Estado em agosto do ano passado. A Penitenciária Feminina de Ribeirão Preto abrigará 300 detentas. Com essa inauguração, a Secretaria da Administração Penitenciária passa a ter 111 unidades prisionais para abrigar os 87.500 presos sob sua responsabilidade. Até agora, existiam seis penitenciárias específicas para as mulheres: Penitenciária Feminina da Capital, Penitenciária Feminina do Tatuapé e do Butantã, em São Paulo, Penitenciária Feminina de Tremembé, Centro de Ressocialização de São José dos Campos e Centro de Ressocialização de Rio Claro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.