Nova perícia avalia se obra foi adequada

Segundo a procuradora da República Suzana Fairbank Lima de Oliveira, somente após a perícia na pista principal será possível saber se as obras de R$ 20 milhões foram executadas adequadamente. Ela afirmou que a procuradoria já tinha sido informada que a obra seria entregue no último dia 29 de junho sem o "grooving", as ranhuras para escoamento de água. "Já mencionavam que seria sem o grooving, diziam que não era essencial." De acordo com ela, a resposta só virá das perícias que foram realizadas na pista após o acidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.