Novais volta a depor, agora no Senado

O ministro do Turismo, Pedro Novais, volta amanhã ao Congresso para depor sobre as denúncias de corrupção envolvendo sua pasta - que levaram a Polícia Federal a prender 36 pessoas no início do mês, incluindo integrantes do alto escalão. Depois de ter falado aos deputados na semana passada, desta vez Novais será recebido pelos senadores da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo.

Rosa Costa / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

22 Agosto 2011 | 00h00

Pedro Novais foi inicialmente convocado pelo líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR), mas parlamentares da base aliada do governo transformaram o requerimento em convite, atendendo a orientação do Palácio do Planalto. Novais é o quarto ministro a comparecer ao Senado para prestar esclarecimentos sobre denúncias de corrupção.

Para tentar mostrar que está retomando o controle da pasta, na sexta-feira Novais exonerou quatro servidores citados na Operação Voucher, da Polícia Federal: Antonio dos Santos Junior, Freda Azevedo Dias, Kátia Terezinha Patrícia da Silva e Kérima Silva Carvalho. As exonerações devem ser publicadas hoje pelo Diário Oficial da União.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.