Nove morrem e três são presos em operação em favelas do Rio

Ação reuniu 300 agentes da Polícia Civil nas favelas da Coréia, Vila Aliança, Jabour e Rebu, na zona oeste

Pedro Dantas, de O Estado de S. Paulo,

04 Fevereiro 2009 | 11h23

Nove supostos traficantes morreram e três foram presos em uma operação policial realizada na manhã desta quarta-feira, 4, com cerca de 300 policiais civis de diversas delegacias especializadas do Rio nas favelas da Coréia, Vila Aliança, Jabour e Rebu, na zona oeste da cidade.   Homens da Delegacia de Repressão às Armas e Explosivos (Drae) localizaram no interior da favela da Coréia a casa do chefe do tráfico local, conhecido como Aranha. A casa tem dois andares, duas piscinas e churrasqueira. A operação não tem hora para acabar.   Seis pessoas foram mortas durante a operação. Após o final da operação, três traficantes tentavam retornar à favela, quando se depararam com policiais militares. Houve troca de tiros e os três bandidos morreram. Com eles, foram apreendidas três pistolas e cinco granadas, segundo informações do 14º Batalhão de Polícia Militar.   Texto ampliado às 14h50 para acréscimo de informações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.