Nove são presos quando se passavam por bombeiros em MG

Um dos suspeitos vistoriava casas e relatava irregularidades, enquanto os outros ofereciam instalação de novos equipamentos

Solange Spigliatti, Central de Notícias

01 Abril 2011 | 17h18

SÃO PAULO - Nove homens foram presos na tarde desta sexta-feira, 1, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas, quando se passavam por agentes do Corpo de Bombeiros.

 

O grupo, que foi preso após denúncia de um popular que estranhou a metodologia utilizada, promovia a venda de equipamentos para gás de cozinha, como registros e mangueiras, no Bairro Belmont, em Contagem.

 

Segundo o denunciante, um dos homens se dizia membro do "Setor de Vistorias" do Corpo de Bombeiros e relatava irregularidades nos equipamentos das casas vistoriadas. Os demais, se encarregavam pela venda e instalação dos novos equipamentos.

 

No momento da prisão, dois dos homens aplicavam o golpe e outros sete se encontravam em uma Perua Kombi. Segundo um dos suspeitos, todos trabalhavam para Guilherme Rodrigues de Souza, proprietário de um depósito de gás no mesmo bairro e que também foi preso.

 

No segundo dia consecutivo, segundo os bombeiros, o serviço de inteligência do Corpo de Bombeiros Militar identificou pessoas que se passavam por bombeiros

 

Na tarde de ontem, dois homens foram presos enquanto aplicavam golpes na cidade de Belo Horizonte, solicitando dinheiro a comerciantes para divulgação em uma suposta revista da corporação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.