Noventa minutos e o júri decide: roubar beijo não é crime

Roubar um beijo não é crime, decidiu o júri. Os cinco homens e uma mulher levaram 90 minutos hoje, na sessão do tribunal de Coeur d´Alene, para decidir que Steven Allen Moyer, de 40 anos, um especialista em reparo de computadores, não havia cometido delito algum.Steven disse aos jurados que ele imaginou que a mulher que contratara seus serviços estava solitária e queria companhia.?Ela me disse que não tinha um namorado fixo?, contou. ?Perguntei-lhe se ela queria um namorado por 15 minutos.?Victoria Franich, por sua vez, afirmou aos jurados que o técnico a agarrou e beijou duas vezes ? depois de ter apresentado uma conta de US$ 20 pelo serviço em domicílio. E, segundo ela, perguntou-lhe se ela não quereria mostrar-lhe o quarto.?Eu disse que não e ele foi embora?, arrematou. Victoria, então, chamou a polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.