Novo anel viário vai desafogar Radial Leste

Viadutos na Salim Farah Maluf, alças e faixas vão custar R$ 77 milhões

Marcela Spinosa, O Estadao de S.Paulo

30 Outubro 2007 | 00h00

A Secretaria Municipal de Infra-Estrutura Urbana (Siurb) começará em fevereiro a construir dois novos viadutos sobre a Avenida Salim Farah Maluf e alças de acesso adicionais, além de alargar, com duas novas faixas, o Viaduto Pires do Rio, no Tatuapé, zona leste de São Paulo. Ao custo de R$ 77 milhões, o objetivo da obra é desafogar o trânsito na Radial Leste e oferecer opções de trajeto para as 120 mil pessoas que passam por dia pela região. A previsão é de que a obra fique pronta em 2010. "As construções serão feitas em vias usadas como rotas de fuga pelos motoristas que querem escapar do trânsito da Radial Leste", afirma o superintendente de Obras Viárias da Siurb, Alexandre Conti. Os dois novos viadutos sairão das Ruas Padre Adelino e Catiguá. Para transitar nos dois sentidos - bairro e centro -, o motorista precisa cruzar um sinal na Avenida Salim Farah Maluf, que deixará de existir quando o Anel Viário Padre Adelino estiver pronto. O primeiro viaduto terá 120 metros de comprimento por 20 metros de largura e contará com três faixas de rolamento para trânsito e uma faixa para os pedestres. Ligará o Tatuapé aos bairros da Quarta Parada e da Mooca. Nesse trecho também serão construídas duas novas alças, por onde o motorista poderá ter acesso às pistas da Avenida Salim Farah Maluf nos dois sentidos. BELÉM O segundo viaduto ligará as Ruas Catiguá e Engenheiro Balem. O comprimento dessa estrutura também é de 120 metros, mas a largura é um pouco menor: 18 metros. "De todo jeito, manteremos as três pistas", afirma Conti. Essa passagem ligará o Tatuapé ao Belém. Com 121 metros de extensão, o Viaduto Pires do Rio também será contemplado. A estrutura, que hoje possui três faixas de rolamento, ficará com cinco - um alargamento de 9 metros. Desse trecho sairão duas novas alças para ligar a Radial Leste aos sentidos Marginal do Tietê e bairro da Avenida Salim Farah Maluf. "Com isso, o motorista não precisará dar uma volta enorme para chegar à Salim", ressalta Conti. Uma terceira pista será construída na altura do Shopping Metrô Tatuapé e também desembocará na Salim Farah Maluf. "Por isso, o motorista não precisará mais acessar a Rua Tuiuti para chegar ao shopping." MELHORA Para o engenheiro especialista em trânsito Horácio Augusto Figueira, o Anel Viário Padre Avelino vai melhorar o trânsito local na região, mas não resolverá o problema de trânsito. "O congestionamento na capital é macro. Não sou contra a obra porque ela vai beneficiar a região, mas é preciso melhorar a fluidez do trânsito no transporte coletivo", afirma. O projeto do anel viário está pronto, a licitação já foi feita e uma empresa foi contratada. "Estamos fazendo alguns reparos e montando o cronograma de obras para evitar um forte impacto no tráfego."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.