Novo ataque a ônibus em SP

Mais um ataque "misterioso" a ônibus ocorreu na zona sul de São Paulo e deixou um coletivo parcialmente queimado. De ontem para hoje já são sete ônibus queimados e osprincipais suspeitos são pessoas ligadas a perueiros.Por volta do meio-dia o ônibus número 22.595 da Viação Bola Branca, que faz a linha675-M - Centro Sesc-Metrô Jabaquara, parou no ponto final na esquina das Ruas RicardoJúlio Ferraz com Gaspar José Raposo, na Cidade Dutra, zona sul. Repentinamente trêspessoas surgiram e uma delas, segundo testemunhas, atirou para dentro do veículo umagarrafa plástica que continha algum tipo de líquido inflamável e, em seguida, colocoufogo no ônibus que começou a queimar. O motorista e o cobrador conseguiram apagar oincêndio antes que se alastrasse para todo o veículo. Ninguém ficou ferido. Representantes da empresa estiveram por volta das 15 horas no 48º Distrito Policialda Cidade Dutra. De acordo com o boletim de ocorrência registrado pelo delegadoEduardo Rodrigues Corrêa, os responsáveis pelo ato criminoso não foram identificados.O delegado pediu que técnicos da Polícia Civil façam uma perícia no ônibus para queindiquem as causas do incêndio e o produto utilizado. Estas informações poderãoauxiliar na identificação e localização dos suspeitos.A Assessoria de Imprensa da São Paulo Transporte - que gerencia o sistema de ônibusda capital - informou que está realizando hoje blitze para apreender veículosirregulares. A assessoria, no entanto, não informou se havia alguma blitz na regiãoonde ocorreu o ataque ao ônibus. No período da manhã foram apreendidos nove lotaçõesclandestinos e três táxis irregulares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.