Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Novo caso de agulhas no corpo é descoberto no Maranhão

Vítima é uma mulher de 20 anos que descobriu existência de objetos no corpo após exame de raio-x

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

31 de dezembro de 2009 | 11h36

A Polícia de São Vicente Férrer, cidade a 275 quilômetros de São Luís, no Maranhão, investiga, em sigilo, mais um caso envolvendo vítimas de agulhas introduzidas no corpo. A vítima desta vez foi uma mulher de aproximadamente 20 anos. Para preservar a vítima, o nome não foi divulgado.

 

Segundo o delegado e responsável por presidir o inquérito no município, Armando Pacheco, a mulher também pode ter sido alvo da agressão, quando ainda criança. O primeiro caso a ser pronunciado no município foi de um garoto de apenas dois anos. O pai da criança é a principal suspeita da polícia.

 

De acordo com o delegado, a mulher só teria descoberto que convivia há tanto tempo com a agulhas no corpo após realizar um raio-x, mesma forma como foram descobertas as agulhas no corpo do garoto.

 

O delegado disse que vai investigar para saber a quanto tempo a mulher vêm sendo agredida. Entre os questionamentos, está a quantidade de agulhas existentes no corpo da vítima. "Vamos começar a analisar a situação, tomar depoimentos e avaliar essa questão que eu acho que já deve estar se tornando cultural neste município", comentou Pacheco.

Tudo o que sabemos sobre:
agulhasMaranhãotortura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.