Novo delegado assume PF de Ribeirão Preto e promete mudanças

O novo delegado da Polícia Federal de Ribeirão Preto, Rogério Santana Hisbek, tomou posse no cargo e afirmou que fará mudanças na delegacia. Segundo o Bom Dia SP, da TV Globo, ele assumiu o posto depois que foi desbaratado um suposto esquema de corrupção envolvendo o delegado chefe de Ribeirão, José Bocamino, que acabou preso. Oito pessoas, incluindo um outro delegado, Wilson Perpétuo, e o agente Luiz Cláudio Santana, foram presas durante uma operação iniciada na quarta-feira, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. A ação, executada pela própria PF com agentes e delegados de outros Estados, faz parte de uma investigação de adulteração de combustível e roubo de carga. No total, 150 agentes de seis Estados participaram da blitz na cidade. De acordo com o delegado da PF de Minas Gerais, Ricardo Amaro Oliveira, a investigação sobre a atuação da quadrilha que roubava carga e adulterava combustíveis começou há dois anos. Ele afirmou que, durante a apuração do caso, agentes descobriram a participação dos policiais nos crimes. Os delegados José Bocamino e Wilson Perpétuo e o agente Luiz Cláudio Santana seriam, de acordo com Oliveira, coniventes com os crimes. "Vamos ter de reorganizar a delegacia e, a partir de uma reunião com os servidores, deveremos fazer algumas mudanças, sim", declarou Hisbek.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.