AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Novo horário bancário surpreende paulistanos

Surpresa e desinformação foram as marcas desta segunda-feira do primeiro dia de funcionamento do novo "horário do apagão" nos bancos de São Paulo.Por causa do racionamento de energia, o atendimento ao clientes foi adiantado em uma hora, passando a ser 9 horas às 15 horas.Na região central, eram poucos os bancos com avisos sobre a mudança afixados à porta. Sem ter opção, alguns clientes tentaram mudar de hábito e usar os caixas eletrônicos, formando grandes filas. "Maldito apagão", protestou Beatriz Camargo, de 26 anos, professora, ao ver a porta fechada de seu banco às 15h05. Com duas contas para pagar, com vencimento nesta segunda, ela não se conformava."Além da ameaça de multa e corte por consumo de energia, vou pagar mais essa por não conseguir pagar a conta." "Por que não informaram o público direito?", questionava o vendedor Lúcio Muniz Furtado, de 43 anos, enquanto tentava convencer o guarda a deixá-lo entrar na agência por volta das 15h15. Não conseguiu. "Tudo bem economizar energia, mas poderiam avisar melhor os clientes." Já o contínuo Ricardo Nascimento, de 21 anos, na porta do banco às 15h20, estava preocupado com seu serviço. Como tem de sacar cheques e pagar as contas do escritório, vai ter menos tempo para fazer seu trabalho. "O pessoal só libera o serviço no começo da tarde e vou ter uma hora a menos para fazer tudo." Menos preocupada, a telefonista Raquel Gomes, de 40 anos, viu com bons olhos a mudança, embora também tenha perdido o horário para pagar sua prestação. "Acho ótimo. Se é para ajudar tudo bem."A mesma reação teve o aposentado Jaime dos Santos Almeida, de 61 anos. "Não sabia de nada, mas tudo bem se é para economizar." Ambos chegaram meia hora atrasados, segundo o novo horário. Dentro dos bancos, as filas formaram-se mais cedo. Na agência central do Banespa, por volta das 14h50, as aglomerações eram grandes. "Agora a gente pega fila mais cedo", brincou o empresário Flávio Salles, de 35. Para o gerente-administrativo da agência, Ubiraci de Souza, a mudança pouco alterou a rotina do banco. "Acho que só teremos problema esta semana, até todos os clientes estarem informados".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.