Novo sistema é informatizado e mais seguro

Conforme revelou o Estado na sexta-feira, a PF terá um novo modelo de escutas telefônicas, o Sistema de Intercepção de Sinais (SIS). A grande vantagem é que o SIS é mais seguro e menos burocrático. Todo o trâmite para autorização de uma escuta é feito pela internet, quase como se fosse um programa de autoatendimento. Com isso, as operadoras de telefonia serão excluídas do processo de intercepção: não saberá nem do acionamento do aparelho do SIS, nem qual o número que está sendo interceptado. O sistema também permitirá a informatização total do processo. E o Judiciário terá controle sobre todas as autorizações, do início ao fim de cada escuta.

, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.