Número 2 da pasta e ex-deputado são libertados

Libertado ontem à noite, o ex-deputado e secretário nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, Colbert Martins, afirmou que vai provar sua inocência. "Preciso provar minha inocência para minha família e ao País", disse ele, ao deixar a prisão em Macapá (AP), onde estava detido desde terça-feira. A Justiça também mandou soltar Frederico da Costa, secretário executivo do ministério, o diretor do Ibrasi, Jorge Fukuda, o sócio da empresa Barbalho Reis Comunicação, Dalmo Tavares de Queiroz, e a servidora Gláucia de Fátima Matos.

Leandro Colon e Vannildo Mendes, O Estado de S.Paulo

13 Agosto 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.