Número de desaparecidos chega a 32 em SC, mas deve subir

Estimativa é que o número de pessoas desaparecidas pelos deslizamentos chegue a pelo menos 84 pessoas

Da Redação,

03 de dezembro de 2008 | 10h48

O número oficial de pessoas desaparecidas devido às chuvas em Santa Catarina chega a 32 vítimas, segundo informações da Defesa Civil do Estado. Até a manhã desta quarta-feira, 3, a Defesa Civil apontava 117 vítimas das enchentes - a grande maioria pessoas que ficaram soterradas por conta de deslizamentos. Na terça, cerca de 10 mil pessoas que estavam desabrigadas puderam voltar para suas casas. Com isso, o número de desabrigados ou desalojados em Santa Catarina caiu para 69.114 pessoas.   Veja também: Saiba como ajudar as vítimas das chuvas  Paraná encerra doações a Santa Catarina Chuva inunda ruas em Blumenau e Itajaí Ligação entre SC e PR deve ser liberada Mais de 5,5 mil imóveis continuam sem luz Situação de solo não mudou em SC, diz IPT Desvio é feito na principal ligação entre PR e SC IML divulga lista de vítimas identificadas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas        Apesar de a Defesa Civil apontar 32 desaparecidos, o número deve chegar a pelo menos 84 pessoas em seis municípios atingidos pelas cheias. O número foi obtido pelo Estado com prefeituras, comandos do Corpo de Bombeiros e equipes da Defesa Civil Municipal.   O Centro de Operações da Defesa Civil de Santa Catarina diz que há dificuldades para centralizar informações e admite que esse número deve aumentar. "O número de desaparecidos deve ser ainda maior. Em Ilhota, Luiz Alves, Blumenau e Itajaí, especialmente na zona rural, há diversos pontos inacessíveis para resgate", assume o chefe do Centro de Operações da Defesa Civil do Estado, Edemilson Irineu Corrêa. "Pode levar semanas para sabermos exatamente quantos são os desaparecidos - ou para encontrá-los. E ainda não estamos na fase de vasculhar locais soterrados, mas de prestar socorro a vítimas e assistência nos abrigos."   Ilhota é o município com o maior número de vítimas - são 37. Na cidade de Blumenau, 24 pessoas morreram por conta das chuvas. A cidade de Gaspar já conta 16 vítimas das chuvas, enquanto Jaraguá do Sul tem 13 vítimas. O município de Luís Alves conta 10 vítimas e a cidade de Rodeio, 4. Os municípios de Rancho Queimados, Benedito Novo e Itajaí contam duas vítimas cada. As cidades de Brusque, Pomerode, Bom Jardim da Serra, São Pedro de Alcântara, Timbó e a capital, Florianópolis, tiveram uma vítima cada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.