Número de mortes em confrontos no Rio sobe 1/4 em outubro

Houve queda, no entanto, na quantidade de homicídios e o Estado alcançou meta de 11,7% pela primeira vez

Agência Brasil,

02 de dezembro de 2009 | 14h47

Dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio de Janeiro mostram que o mês de outubro teve mais vítimas de confrontos do que o mesmo período de 2008. O número de homicídios, no entanto, diminuiu na comparação entre 2009 e o ano passado. Depois de quatro meses, é a primeira vez em que o Estado consegue atingir a meta de diminuição para 11,7% de assassinatos, estipulada em julho deste ano pela Secretaria de Segurança Pública.

 

Veja também:

linkNúmero de mortes por violência no Rio é inaceitável, diz ONU

linkEm 11 anos, Rio registra 10 mil mortos em 'confrontos'

 

Segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP), foram registrados 420 homicídios em outubro deste ano, contra 557 em outubro de 2008. Apesar disso, o total de homicídios no Rio de Janeiro em 2009 ainda é maior do que em 2008. De janeiro a outubro deste ano, foram registrados 4.880 homicídios, 186 a mais do que no ano passado.

 

Os dados divulgados nesta quarta-feira, 2, pelo ISP revelam um aumento, em outubro, de 25,7% nos casos de autos de resistência (mortes em supostos confrontos com a polícia). Foram feitos 93 registros em outubro deste ano, contra 74 no mesmo período do ano passado.

 

O balanço mostra ainda que, em outubro, a meta foi alcançada no que se refere aos outros três crimes acompanhados pela Secretaria de Segurança: roubo de rua (redução de 17,4%), roubo de veículo (diminuição de 33,2%) e latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte (queda de 12,5%).

Tudo o que sabemos sobre:
violenciaRioISP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.