Número de mortes pela violência cresce 4% no Brasil

O número de pessoas mortas em crimes cresceu no Brasil 4,2%, entre 2001 e o ano passado. Em 2002, morreram 1.557 pessoas a mais do que no ano anterior, segundo a pesquisa feita pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Senasp), com base em dados de 25 dos 27 Estados.O mapa da criminalidade brasileira aponta o Rio de Janeiro e o Espírito Santo como os Estados onde foram registradas as mais altas taxas de homicídios entre 2001 e 2002. O Estado de São Paulo lidera o ranking de criminalidade em termos absolutos, por ter a maior população, mas conseguiu diminuir em cerca de 5% os homicídios dolosos (com intenção). Santa Catarina e Rio Grande do Norte são os Estados onde há menos mortes violentas. Na pesquisa, que relacionou todos tipos de furtos - residência, pedestres, entre outros - Santa Catarina é líder, enquanto que Alagoas e Ceará possuem os menores registros. O levantamento nacional identificou o Amapá e Acre com índices altos de lesões corporais. Pelo estudo, os Estados do Sul são os que apresentam maiores números, pelo fato de terem sistemas de registro mais desenvolvidos que os demais, eliminando praticamente a subnotificação. A pesquisa não relacionou nenhum dado referente a Pernambuco e Piauí, que tiveram de rever algumas informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.