Número de vítimas das chuvas chega a 105 em Santa Catarina

Dezenove pessoas continuam desaparecidas e mais de 78 mil estão desabrigadas ou desalojadas no Estado

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

28 de novembro de 2008 | 15h29

O número de vítimas das chuvas e enchentes em Santa Catarina chegou a 105 na sexta-feira, 28. Em todo o Estado são mais de 78 mil desabrigados ou desalojados e 19 pessoas continuam desaparecidas.  Quatorze cidades decretaram estado de calamidade pública: Gaspar, Rio dos Cedros, Nova Trento, Camboriú, Benedito Novo, Blumenau, Luis Alves, Itajaí, Rodeio, Itapoá, Brusque, Ilhota, Pomerode e Timbó. O governo do Estado decretou luto oficial de três dias, que dura até este sábado. Mais de 1,5 milhão foram afetadas e dezenove pessoas continuam desaparecidas.    Veja também: Saiba como ajudar as vítimas da chuva IML divulga lista de vítimas identificadas SC pode ter mais chuva e deslizamentos Defesa Civil foca esforços no Morro do Baú SC tem nove rodovias totalmente interditadas Massa doa macacão em prol das vítimas Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Blog Ilha do sem Blumenau  Blog Desabrigados Itajaí  Blog Arca de Noé  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas         Ilhota é o município com o maior número de vítimas - são 33. Na cidade de Blumenau, 24 pessoas morreram por conta das chuvas. A cidade de Gaspar já conta 15 vítimas das chuvas, enquanto Jaraguá do Sul tem 13 vítimas. O município de Luís Alves conta 5 vítimas e a cidade de Rodeio, 4.   Os municípios de Rancho Queimados, Benedito Novo e Itajaí contam duas vítimas cada. As cidades de Brusque, Pomerode, Bom Jardim da Serra, São Pedro de Alcântara e a capital, Florianópolis, tiveram uma vítima cada.   São 27.410 desabrigados - pessoas que tiveram que sair de suas casas e precisam da ajuda do Estado. Os desalojados chegam a 51.297 - são pessoas que foram obrigadas a sair de suas casas por conta dos danos das chuvas, mas que podem ir para casas de parentes ou amigos.   Texto alterado para acréscimo de informações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.