O Eurico vem aí!

Por mais que esse time do Vasco pareça mesmo piada de português, dessas que você ri antes do engraçadinho começar a contar, quem leva futebol a sério vai aos poucos se dando conta do lado trágico que a queda iminente do time carioca representa para o esporte no País. A cartolagem nefasta, que ano passado foi duramente castigada com o desastre corintiano, daria a volta por cima com Eurico Miranda provando por A mais B que sua era não acabou. Sobraria para Roberto Dinamite, que o sucedeu há menos de quatro meses na presidência do clube, o papel de bobo nessa tentativa de se fazer do ídolo um administrador do bem. Poderia ser com Sócrates no Corinthians ou com Zico no Flamengo, o que está para acontecer com Roberto no Vasco aborta esse tipo de sonho de torcedor. Já tem vascaíno dizendo na praia que prefere o pesadelo do Eurico Miranda. Ô, raça, né não? IMPRESSIONANTE! Quem já viu os ensaios da peça de Albert Camus que Gabriel Villela dirige para o Teatro Paulo Autran, garante: perto desse Calígula de Thiago Lacerda, o Van Gogh de Bruno Gagliasso é pinto. PIONEIRO "Vote no Brigadeiro, ele é bonito e é solteiro" Slogan do brigadeiro Eduardo Gomes na campanha de 1945, ressuscitado em formato mais modesto pela candidatura Kassab Concurso de lambança A polícia carioca não é mais aquela! Ultimamente, os jornais só falam nos tiras de São Paulo. Parece que tem PM no Rio articulando reação. De mal com você O bate-boca da hora no meio publicitário parece coisa de criança. Fábio Fernandes (F/Nazca) e Nizan Guanaes (Africa) não chegaram nem àquele ponto inevitável de toda briga em que um questiona se o outro é casado e tem filhos. Classificados O Senado desistiu de tentar incluir a figura do parente retroativo na sua folha de pagamento. Isso quer dizer o seguinte: se alguém quiser contratar a cunhada do Epitácio Cafeteira, tá limpo e liberado! Saudades do Geraldo Tem pichação nova nos muros de São Paulo: "Volta Alckmin!" Não leva a assinatura de nenhuma sigla política, mas o governador José Serra credita a molecagem ao PT. Guerra é guerra Em Belo Horizonte, o candidato Leonardo Quintão anunciou o apoio do ex-governador Newton Cardoso, o Newtão. Equilibrou, assim, a disputa com o adversário Márcio Lacerda, que na véspera apresentara o reforço do marqueteiro Duda Mendonça. É mole? Alegria do povo Quando, afinal, Romário vai mostrar as pernas depois de operadas para corrigir o andar de caubói? O pessoal lá da Vila da Penha está louco pra ver!

O Estadao de S.Paulo

23 Outubro 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.