O jardineiro fiel da ''Engenheiro''

A pista de caminhada na Avenida Engenheiro Caetano Álvares é nova, mas as grandes árvores que garantem sombra aos frequentadores estão lá desde antes da revitalização. Boa parte delas foi plantada pelo metalúrgico aposentado Orlando Perseguin, de 74 anos, que mora há mais de 50 no Mandaqui - e identifica "suas" árvores de longe. São goiabeiras, coqueiros, limoeiros, romãzeiras, ameixeiras e também arbustos. Com todo cuidado, Orlando retirava a terra do canteiro central "que não é boa", colocava terra de qualidade e adubava o local. Durante meses, ele regava as mudas, até a planta enraizar.Os moradores da região gostaram da iniciativa e começaram a presentear Perseguin com novas mudas. Na construção da pista, algumas árvores tiveram de ser arrancadas. Mas o aposentado não deixou que a Prefeitura retirasse um coqueiro de 2 metros. Por causa dele, a pista ficou "apertadinha" nesse trecho.

Mônica Cardoso, O Estadao de S.Paulo

17 de março de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.