O malandro não é mais aquele

Sei lá de onde vem a estranha figura de linguagem, mas houve um tempo em que "jogar água fora da bacia" era coisa de maricas. Hoje, malandro que não joga água fora da bacia - bem como do pratinho do vaso de planta, do coração da bromélia, das garrafas PET no quintal ou da cobertura do reservatório na laje - é uma ameaça brutal à sociedade. ?Dengue? também não é mais nada daquilo que nos dicionários ainda significa "melindre feminino; denguice; manha". O que está voltando a fazer sentido cada vez mais forte, pelo menos no vocabulário carioca, é a expressão "não tem mosquito" para dizer que não tem problema, está limpo, deixa com a gente, todo mundo aqui joga água fora da bacia. Numa boa! Fala, governador: "Estamos trabalhando duro para impedir a associação do mosquito com o tráfico no Rio de Janeiro" (Sérgio Cabral) MARKETING "Lavou, tá novo" Juan Carlos Ramírez Abadía, traficante que virou bazar IDEOLOGIA "Indo, as mulheres de esquerda são tão bonitas quanto as de direita, vindo" Silvio Berlusconi, tentando consertar o que dissera na véspera ("Mulheres de direita são mais bonitas") Unha-de-fome A oposição resolveu jogar pesado: quer que o serviço de bordo do Aerolula adote a Maxi Goiabinha como peça de resistência de sua cesta básica. Sugere ainda a criação de um grupo de trabalho para avaliar a necessidade do amendoim como complemento alimentar em vôos internacionais. Ele ?devania? O deputado Devanir Ribeiro (PT-SP) insiste em buscar uma brecha para o terceiro mandato de Lula. Cismou de exercer o chamado direito de Devanir e vir. Tudo a ver Uma holding pode comandar os negócios da Daspu e do Bazar do Abadía. Seria a primeira grife de livre associação do tráfico com a prostituição. Promete dar mais grana do que sexo e drogas juntos. A regra não é clara Em discurso que emocionou até a oposição, a ex-ministra Matilde Ribeiro explicou no Congresso a confusão que fez com seus cartões no Free Shop: "Ia dar o amarelo, mas tomei o vermelho!'' Acontece com qualquer juiz de futebol, né, não? Faz sentido! Definitivamente, não há espaço para Hugo Chávez e Homer Simpson na grade de programação da TV venezuelana. É muita má influência junta! Não foi desta vez Marta Suplicy comemorou o Dia Nacional da Alegria no Playcenter. Orestes Quércia não apareceu!

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.