O pior do Rio, na opinião dos turistas: a sujeira

A sujeira da cidade foi a maior reclamação dos turistas que passaram o carnaval no Rio. O dado consta de pesquisa realizada pela Companhia de Turismo do Estado do Rio (TurisRio), durante o feriado, com 441 pessoas que estavam hospedadas nos principais hotéis. O aspecto mais elogiado foi a receptividade dos cariocas. A porcentagem de estrangeiros cresceu de 48% para 61%, enquanto a de turistas nacionais caiu de 52% para 39%.Os pontos turísticos mais visitados, de acordo com o levantamento, foram as praias (43,5%). O segundo lugar ficou com o Sambódromo (29,7%), que superou o Corcovado (29,3%) e o Pão de Açúcar (28,8%). Este último foi o ponto melhor avaliado pelos turistas nos quesitos acesso, limpeza, sanitários, paisagem e atendimento. Já o centro teve as piores avaliações nos mesmos itens e também para segurança e preço.Metade dos turistas já tinha visitado o Rio e 65,5% pretendem voltar para o próximo carnaval. Cinqüenta e três por cento dosentrevistados têm intenção de visitar outras cidades brasileiras: Salvador é a preferida (26,5%), seguida por Foz do Iguaçu (24,8%), São Paulo (19,2%) e Fortaleza (10,7%). A pesquisa concluiu também que 94,6% ?recomendaria a visita ao Rio aos parentes e amigos?. A permanência média na cidade foi de cinco dias e o gasto médio estimado por pessoa, de R$ 2.346,94. Entre os estrangeiros, a maioria vem dos Estados Unidos (15,9%), Inglaterra (8,4%) e França (6,12%). Entre os nacionais, os paulistas lideram com folga (23,8%), seguidos por mineiros (3,4%) e paranaenses (2,3%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.