O preferido dos não-petistas

BRASIL2

, O Estado de S.Paulo

08 de junho de 2010 | 00h00

Ainda mais fortalecido no comando da campanha do PT depois do suposto envolvimento do ex-prefeito Fernando Pimentel em um esquema de espionagem, Antonio Palocci sempre foi o interlocutor preferido dos aliados de outros partidos. Embora, em público, apareça nas atividades mais ligadas à economia e à discussão de propostas de governo, o ex-ministro, ao lado do presidente do PT, José Eduardo Dutra, participa das negociações mais difíceis nos Estados onde PT e PMDB estão em guerra. Os aliados sabem que Palocci tem o aval do presidente Lula para negociar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.