OAB pede que greve na Justiça seja declarada ilegal

MATO GROSSO

, O Estado de S.Paulo

29 de julho de 2010 | 00h00

O presidente da OAB de Mato Grosso, Claudio Stábile, defendeu a declaração de ilegalidade da greve no Judiciário estadual, em virtude do impasse entre a categoria e o Tribunal de Justiça. O TJ propôs pagar créditos relativos à conversão da Unidade Real de Valor (URV) para o Real mediante cartas de crédito emitidas em nome dos servidores, mas eles exigem pagamento em dinheiro. O governo, contudo, diz não ter recursos para isso no Orçamento deste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.