OAB pede reunião com Aeronáutica para discutir crise aérea

O presidente nacional da Ordem dos Advogado dos Brasil (OAB), Cezar Britto, encaminhou nesta quarta-feira, 11, ofício ao comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, para que seja agendada uma audiência. Para discutir a crise aérea. Na terça, a OAB aceitou ajudar os controladores de tráfego aéreo nas negociações com o governo. O ofício segue o que foi pedido pela Associação Brasileira dos Controladores de Tráfego Aéreo (ABCTA) e pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores na Proteção ao Vôo (SNTPV). O documento foi enviado ao comandante da Aeronáutica depois de o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, ter informado a Cezar Britto que toda a negociação relacionada à crise envolvendo o tráfego aéreo brasileiro deveria ser tratada diretamente com o comando da Aeronáutica. No documentando, o presidente da OAB afirma que a crise do setor aéreo envolve não apenas o Estado, mas também a cidadania, daí a razão de a OAB ter aceitado a incumbência de atuar como interlocutora dos controladores de vôo junto ao governo. ?E o fez tão-somente com o propósito de contribuir para a superação pacífica das dificuldades presentes?, afirma Britto.

Agencia Estado,

11 Abril 2007 | 19h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.